Nuzman continua preso

Com a decisão Nuzman permanecerá preso por tempo indeterminado

Rio de Janeiro - O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro(COB), Carlos Arthur Nuzman, é condusido para oitiva junto à Polícia Federal (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O pedido do Ministério Público Federal (MPF), para manter preso o presidente afastado do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman foi aceito pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Com a decisão do juiz Bretas, Nuzman permanecerá preso por tempo indeterminado e Gryner por mais cinco dias.

Folha de Brasília, da Redação

COMPARTILHAR