InícioPolíticaCandidato quer espalhar fake news poderá ser responsabilizado

Candidato quer espalhar fake news poderá ser responsabilizado

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) incluiu pela 1ª vez em uma minuta de resolução da Corte 1 mecanismo contra o compartilhamento de fake news: quer responsabilizar o candidato.

O objetivo é coibir a divulgação de notícias falsas nas eleições de 2021, que envolve 5.570 municípios. O Tribunal deve votar ainda em 2019 normas que poderão levar à punição de responsáveis pela propagação das notícias falsas. As minutas ainda precisam passar por consulta pública, mas balizarão a atuação da Justiça Eleitoral durante o pleito.

Mais populares