InícioEconomiaMorar Bem, no DF, tem 40% dos cadastros fora do perfil exigido

Morar Bem, no DF, tem 40% dos cadastros fora do perfil exigido

parque-do-riachoDados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codhab) mostram que 4 entre 10 cadastros do programa habitacional Morar Bem estão fora do perfil exigido para ter direito ao financiamento da Caixa Econômica Federal. 

Segundo a companhia, cerca de 60 mil dos 147.416 que já apresentaram a documentação necessária para participar do programa são considerados inaptos por conta de informações erradas de candidatos, faixa salarial diferente da exigida e a existência de um imóvel próprio. Ao todo, o Morar Bem tem 186.364 inscritos.

Pelo volume de erros, a Codhab suspendeu há cerca de um mês o atendimento nas agências de interessados no programa e afirma que pretende reestruturar o cadastramento. Segundo o diretor imobiliário da companhia, Jorge Gutierrez, é preciso que a empresa verifique a autenticidade dos papéis fornecidos.

“Lidamos com a expectativa da comunidade, e é fundamental que haja transparência. Não podemos trabalhar com uma lista 40% falha. (…) Esse número de 147 mil habilitados não condiz com a realidade. Por isso, precisamos fechar para nos reestruturar.”

Outro ponto que motivou a suspensão foi a falta de recursos financeiros para equipar as regiões contempladas com infraestrutura básica. “Existe capacidade de produção habitacional no DF, o que não existe é a capacidade de instalação de infraestrutura na mesma velocidade”, disse a gerente de Produção Habitacional da Codhab, Júnia Federman. Atualmente há 26 editais para obras de unidades habitacionais.

Um exemplo é o condomínio do Morar Bem do  Riacho Fundo II, que já tem 1.440 casas entregues, das 4.464 casas previstas, e onde falta infraestrutura. O GDF tenta liberar R$ 67 milhões do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para reduzir o problema.

fonte: G1

(Foto: Dênio Simões/Agência Brasília)

Mais populares