InícioEconomiaPara fugir do prejuízo: Lojas antecipam liquidações

Para fugir do prejuízo: Lojas antecipam liquidações

O comércio do Distrito Federal, depois de amargar queda de 3% nas vendas para o natal, iniciou um esforço para incrementar as liquidações de fim de ano e, assim, vender boa parte dos estoques formados nos últimos cinco meses.Lojas vendem confecções, calçados, eletrodomésticos e outros produtos com descontos variando de 20% a 50%. Em outros anos iniciadas em janeiro, as liquidações começaram dia 26 último.

Ao mesmo tempo, os prazos de pagamento – no cartão ou no cheque – são dilatados para estimular o consumo, explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista do DF – Sindivarejista -, Edson de Castro.

“Depois do pior natal dos últimos dez anos, lojistas têm em mente a necessidade de renovar os estoques em janeiro e todo o esforço é válido para atrair clientes que compraram pouco para o natal”, acrescenta.

Queda

Com 30 mil lojas de rua e de shoppings, o comércio do Distrito Federal teve um natal de poucas vendas.

No natal de 2014, a expansão foi de 2% e no de 2013, 5,3%.

Agora, enquanto os setores de brinquedos, calçados, confecções e perfumes registraram crescimento de 2,5% nas vendas, segmentos com preços atrelados ao dólar acusaram queda de 6%.

A alta do dólar, a recessão, a instabilidade econômica, o desemprego e os juros altos determinaram queda de 3% nas vendas para o natal.

Pesou também a concorrência das feiras e do comércio pela internet.

Trocas

Também esta semana teve início – e vai até meados de janeiro – a temporada de trocas de mercadorias compradas antes do natal.

Para o Sindivarejista, essa fase pode gerar aumento de 1,5% nas vendas porque quem vai trocar uma calça, por exemplo, pode acabar comprando um par de meias ou uma camisa. “Depende do desempenho do vendedor e do orçamento do consumidor”, finaliza Edson de Castro.

 

Fonte: Sindvarejista

Mais populares