InícioEconomiaVerduras estão 6% mais caras

Verduras estão 6% mais caras

As frutas, verduras e legumes ficaram mais caras nesse mês. Em média, os preços subiram 1,3%. Somente no setor das verduras a alta foi de 6,2%, justificada pela variação climática. Os dados fazem parte do Índice Ceasa-DF (ICDF), divulgado nesta terça-feira (10).

A couve-flor e o milho verde foram as verduras que mais subiram, 56% e 15,7%, respectivamente. Contrariando a tendência, a couve-manteiga ficou 2,2% mais barata.

Os legumes subiram 2,2%, os principais motivos para a alta foram a escassez de chuvas e elevação dos custos de produção. O mais atingido foi o pimentão verde, que ficou 114,5% mais caro. Já a cebola registrou queda de quase 50%, devido ao aumento da produção próxima ao Distrito Federal.

A dificuldade de irrigação foi a causa para o aumento de 0,8% nos preços das frutas, o que afetou o limão tahiti, que está 70% mais caro, e o maracujá, com alta de 16,5%. A alta do dólar influenciou no preço da laranja, que subiu 14,2%. O preço dos ovos e grãos ficou 2,7% mais alto, devido ao aumento nos custos de produção.

Tendências

O cenário de alta deve permanecer entre os hortifrutigranjeiros, devido ao baixo nível de chuvas e dificuldades de irrigação. A alta do dólar pode prejudicar a importação e exportação de itens como a laranja, pera e melão. A banana entra em período de menor produção e também apresenta tendência de aumento.

Com informações do Ceasa

Mais populares