InícioPolíticaNa tentativa de encerrar greves, Rollemberg se reúne com sindicalistas

Na tentativa de encerrar greves, Rollemberg se reúne com sindicalistas

O governador Rodrigo Rollemberg se reuniu, na manhã desta terça (3), com sindicalistas na tentativa de encerrar as greves que iniciaram no mês passado. O Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate) e o Sindicato dos Professores (Sinpro) se revezaram no Palácio do Buriti, onde ocorreram os encontros, mas os diretores não saíram contentes da sede do governo. 

A primeira reunião, com a categoria de Saúde, se encerrou pouco depois das 11h. Sérgio Sampaio, chefe da Casa Civil informou que houve um avanço nas negociações e espera que os servidores voltem aos postos de trabalho. Um Grupo de Trabalho deve anunciar, em 45 dias, o resultado de uma das maiores reivindicações do grupo: a troca de nomenclatura de auxiliar para técnicos de enfermagem.

Apesar de ter considerado um avanço pelo governo perceber que as reivindicações diferem das demais categorias que mantêm greve, o vice-presidente do Sindate, Jorge Viana, acredita que a greve se manterá. “A questão da carga horária, de 24h para 20h, não teve avanço. É um retrocesso ao que já havia conquistado. Apesar de terem nos chamado para conversa, acho que vai inflamar a categoria”, afirmou.

Neste momento, os sindicalistas seguem pra a sede da Secretaria de Saúde, onde a categoria está  acampada para apresentar e votar, em assembleia, as propostas e decidir a continuidade da greve que já dura 26 dias e engloba 70% dos 12 mil profissionais.

“NADA MUDOU”, diz Sinpro 

“O governo não avançou em nada relacionado a pagamentos e nada mudou. Nos apresentou as planilhas de orçamento, mas não somos técnicos. Os técnicos do governo é que terão de analisar e arrumar a casa para arcar com os pagamentos”, disparou Rosilene Correia, diretora do Sinpro.

Nesta quarta (4), a categoria se reúne na Praça do Buriti em nova assembleia. Na ocasião, decidirão pela manutenção ou não do movimento grevista.

 

Rollemberg reitera que não tem dinheiro 

“Não adianta fazer greve porque isso não vai fazer aparecer dinheiro”, afirmou o governador Rodrigo Rollemberg após as reuniões desta manhã.

Ele reafirmou que o governo está aberto a diálogo e abriu, novamente, as contas para provar a falta de dinheiro aos sindicalistas. O chefe do Legislativo, no entanto, correu, literalmente, dos questionamentos da imprensa.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Mais populares