InícioGeraisNova lei da Tailândia prevê reconhecimento de "terceiro gênero"

Nova lei da Tailândia prevê reconhecimento de “terceiro gênero”

20150116130712993405aA Tailândia poderá reconhecer em breve uma terceira categoria de gênero, pela primeira vez na Constituição do país. De acordo com o novo texto, as pessoas terão direito a se identificar como homem, mulher ou transexual. Se aprovada a nova lei, a Tailândia se juntará a vários países asiáticos, incluindo a Índia, Paquistão e Nepal, que alteraram recentemente a legislação sobre o tema. As informações são da CNN.

O porta-voz da comissão que propôs a lei, Kamnoon Sittisamarn, afirmou à TV americana que “é direito humano” se uma pessoa deseja a mudança de sexo e quer levar uma vida de modo diferente. “As pessoas devem ter a liberdade de mudar de sexo e precisam ser igualmente protegidas pela Constituição e tratadas de forma justa”. O objetivo principal da medida é ajudar a reduzir a discriminação na sociedade. A comissão deve apresentar o texto ao parlamento do país até abril. A decisão de legalizar a mudança na lei ocorrerá deve sair em 6 de agosto.

No início de 2014, a Suprema Corte da Índia concedeu a transexuais e transgêneros o direito de auto-identificarem o sexo. A Austrália começou a permitir uma terceira opção de gênero nos passaportes em 2011. Mesmo que transexuais não sejam mais obrigados a obedecer aos gêneros específicos em determinados países, ainda não são aceitos em muitas sociedades. O casamento entre pessoas do mesmo sexo continua a ser ilegal em países como o Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh e Butão. A Tailândia, na contramão dessa decisão sobre gêneros, também não tem planos para legalizar casamentos igualitário em sua Constituição.

Correio WEB

Mais populares