InícioEsporteUefa doa R$ 8,4 mi para dar suporte às crianças refugiadas

Uefa doa R$ 8,4 mi para dar suporte às crianças refugiadas

A incidência de populações de refugiados na Europa só vem aumentando e, para que a situação não fique ainda mais crítica, organismos e instituições europeias têm se mobilizado para angariar doações e fornecer aos viajantes desabrigados. Nesta sexta, a Uefa divulgou um comunicado garantido que doará 2 milhões de euros (cerca de R$ 8,4 mi) por meio de sua Fundação para a Infância.

O dinheiro, que será especialmente dirigido no apoio às crianças que imigraram, principalmente do Norte da África, para os países europeus, aplicar-se-á às demais despesas das famílias destas crianças em solo europeu. “Fizemos esta doação à Fundação da Uefa para a infância para fazer algo acerca da difícil situação derivada da crise dos migrantes”, declarou Michel Platini em um comunicado oficial.

Além da Uefa, outras organizações do futebol, como alguns clubes europeus, e personalidades do esporte mundial se dispuseram a ajudar na causa. Fora as doações de clubes como PSG, Real Madrid e Bayern de Munique, o tenista Andy Murray, por exemplo, garantiu que doaria cerca de R$ 300,00 a cada ponto de saque que fizesse nos jogos da Copa Davis, que estão sendo disputados nesta semana.

Apesar da maior parte das instituições europeias estarem inclinadas a ajudar, ao menos um time mostrou uma atitude se não xenófoba; um tanto quanto egoísta. O Lech Poznan, clube polaco que disputa a Liga Europa, mostrou-se contrário à determinação da Uefa de doar um euro a cada ingresso vendido para o jogo contra o Belenenses, na última quinta.

O estádio Inea, que costuma ter média de público de cerca de 20 mil pessoas, recebeu apenas 3000 torcedores na última quinta e, de um dos lados da arquibancada, foi possível notar uma faixa com os dizeres “Parem com a islamização!”. O terror propagado pelo Estado Islâmico nos países do Norte da África é um dos principais motivos que induzem as populações locais a imigrarem e se tornarem refugiados.

Fonte: Gazeta Esportiva

 

Mais populares